Militares das Forças Armadas aguardam reestruturação dos SOLDOS para janeiro

REAJUSTE PARA OS MILITARES
Share Button

Depois dos seguidos anúncios de Raul Jungmann (ministro da defesa), os militares das Forças Armadas aguardam ainda para o mês de janeiro de 2017 a reestruturação das remunerações. Nos corredores da defesa se comenta que indenizações como o auxílio moradia devem retornar e algumas gratificações devem ter seus valores modificados.

Já que os soldos devem permanecer os mesmos a reestruturação não precisa passar pelo Congresso Nacional, pode ser implementada por meio de DECRETO presidencial.

Os comandantes das forças armadas têm se mantido discretos e se afastando de críticas contra o atual governo. Esse é um dos motivos que faz parte da mídia acreditar que assim que houver uma "janela" Michel TEMER assinara o decreto de alteração das remunerações.

Exército já prepara novo programa de promoções, interstícios e alterações para adequar os planos de carreira Às exigências da sociedade para que as forças se adequem ao crescimento da expectativa de vida do brasileiro.

"A expectativa de vida aumenta, mas a atividade militar é complicada, diferente. Não podemos colocar um militar de 48 anos de idade para executar funções braçais e operativas da mesma forma que fazemos com um jovem de 25 anos de idade. Lidamos com armamento e equipamentos de alto poder destrutivo… Não somos trabalhadores comuns… se errarmos pessoas se machucam morrem." Diz um oficial que passava nessa quinta-feira pelo saguão do Congresso Nacional.

Jornalistas como MIRIAM leitão ligam com frequência para o Ministério da DEFESA questionando sobre modificações salariais e cobrando as medidas dos comandos para "colaborar" na reforma da previdência. MAs, os comandos militares ja avisaram que não se apressarão e que a "reforma" será executada de forma progressiva e sem qualquer prejuizo para a operatividade das Forças Armadas.

Portal Militar e Segurança Pública – Um PORTAL MILITAR de qualidade, com conteúdo próprio e informações inéditas sobre Militares das Forças Armadas, auxiliares e segurança pública.

Facebook Comments
Share Button