February 20, 2020

Tradicionalmente aliado à praças, BRIGADEIRO quer enfrentar BOLSONARO em 2022

Briga de oficiais. Brigadeiro pode enfrentar Capitão BOLSONARO em 2022

Contando com o apoio de setores importantes das Forças Armadas,mas também com os “mais baixos estamentos” (como diria o gen. Rego Barros),  o brigadeiro Atila Maia tende a ser o adversário mais importante contra Bolsonaro ou contra seu apadrinhado nas eleições de 2022.

Vários setores das Forças Armadas estão insatisfeitos, de graduados a oficiais generais. O general Santos Cruz é apenas um exemplo de amigo que se tornou inimigo, porque o presidente da república se negaria a frear setores mais radicais que insistem em hostilizar violentamente qualquer um que ouse discordar de qualquer ato de membros do governo.

Da parte de graduados e oficiais de baixa patente muitos estão insatisfeitos com a nova lei de reestruturação, que teria prejudicado a parcela de militares que foi para a reserva de 2001 a 2019.

Maia retende realizar uma campanha barata, nisso ele é expert. Conseguiu no Distrito Federal a façanha de obter 130 mil votos gastando pouco mais de 3 mil reais. Em entrevista disse que na pré-campanha circulará pelo Brasil fazendo reuniões para grupos pequenos de apoiadores.

Pelo que se percebe o militar tende a se unir a associações de graduados. Segundo uma revista militar (Revista da Sociedade Militar) em 2019 ele participou de eventos organizados por associações de praças. O oficial já criticou várias vezes a política atual do Ministério da Defesa em relação aos graduados e tem histórico de lutas a favor dos controladores de voo.

Ao que parece o oficial, mesmo diante de situação adversa, quando praças reclamam de que oficiais do staff do governo os prejudicaram, vem ganhando apoio de graduados em vários locais do país. Em reunião onde lançou sua pré-candidatura em Brasília, havia vários graduados das Forças Armadas.

Portal Militar

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *